Fantástico desempenho do Basquete Clube de Barcelos

12642544_10205807728293679_6192783983670248536_n

Fantástico desempenho e entrega dos jogadores do Basquete Clube de Barcelos vencem por 85-81 uma super União Desportiva Oliveirense, em jogo da 3.ª Jornada da 2.ª Fase do VIII Campeonato da Liga Portuguesa de Basquetebol, disputado ao final da tarde de domingo, no Pavilhão da Escola Secundária de Barcelos (Rio).

Depois de uma exigente e cansativa deslocação ao Galitos do Barreiro no sábado, em que averbamos uma derrota por 66-50, com menos um dia de descanso que os oliveirenses (jogaram na sexta, em casa), não se adivinhava nada fácil a tarefa da nossa equipa neste encontro. E o facto é que os primeiros 20 minutos viriam a confirmar essa teoria.

Com uma entrada forte, a UD Oliveirense assumiu desde cedo o comando do marcador vencendo o primeiro quarto (22-26), procurando e conseguindo manter a superioridade no 2.º parcial (23-26). Mas a nossa equipa teve o mérito de não permitir que descolassem de forma definitiva, mantendo a desvantagem ao intervalo (45-52) na aceitável e recuperável diferença de 7 pontos.

Foi muito bem aproveitado o descanso por João Tiago Silva que, com a competência a que já nos habituou, introduziu alterações táticas que potenciaram alguns dos pontos mais fortes dos jogadores do nosso plantel, nomeadamente ao nível da capacidade defensiva, que baralharam por completo o adversário e permitiram rápidos e sucessivos contra ataques que, literalmente, deram a volta ao jogo.

Mérito total para os jogadores, que executaram na perfeição as instruções do seu técnico e venceram o 3.º quarto por concludentes 20-7, resultantes de dois fulminantes parciais, primeiro de 11-0 e depois de 9-0! Assim, após uma desvantagem, que na 1.ª parte chegou a ser de 13 pontos, fechamos as contas (65-59) para os derradeiros 10 minutos com uma importante vantagem de 6 pontos, conquistada de uma forma tão empolgante que contagiou definitivamente os nossos mais entusiastas adeptos e todo o público presente.

O início do último período revelou-se tranquilo para as nossas cores que, com mais um rápido e moralizador parcial de 8-0 (17-0 se acumulados com os 9-0 do final do período anterior!) e 7:40 para jogar, aumentavam a vantagem (14) para os dois dígitos (73-59) e colocavam o adversário em posição bem difícil quanto ao seu objetivo para esta partida, mas que ainda assim não atirou a toalha ao chão, dando e fazendo tudo para evitar um desfecho negativo.

Mais uma vez nota máxima para os comandados de João Tiago Silva que, apesar de formarem a mais jovem e inexperiente equipa desta liga, foram enormes na entrega e no querer, exibindo toda a maturidade que a exigência desta competição lhes tem acrescentado, permitindo gerir com a inteligência e frieza necessárias tanto a reação do opositor como todas as vicissitudes introduzidas no encontro até final.

Numa partida em que o ascendente das equipas foi repartido nos diversos aspetos estatísticos, acabou por se revelar determinante o melhor aproveitamento da nossa equipa na linha de três pontos (9/5), em que foi também mais eficiente (35% vs 25%).

O melhor marcador dos barcelenses foi #5 Andrew Ferry (16 pontos), secundado, com idêntico registo (15 pontos e 7 ressaltos), por #13 Igor Dukovic e #18 João Fernandes, MVP do encontro com 21 de valorização, mas o verdadeiro destaque vai para a solidariedade e capacidade de luta evidenciada pela equipa.

O próximo compromisso está agendado para 12 de Março, às 16:00 horas, na visita ao Arena Dolce Vita para defrontar a AD Ovarense que, recorde-se, será também nossa adversária nos 1/4 Final (18 de Março) da Taça de Portugal (Final 8, em Oliveira de Azeméis).

SEMPRE BARCELOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *